Quem somos

  

 

 

 POR UMA CULTURA DE SEGURANÇA E BEM-ESTAR

 

O Clube de Radiocomunicações e Proteção Civil do Colégio Campo de Flores é constituído por elementos do quadro do colégio e por alunos desta instituição de ensino apoiados pelos Serviços Municipais de Proteção Civil de Almada.

 

Temos como principais finalidades:

 

- informar a população escolar sobre riscos coletivos;

- envolver a comunidade educativa na construção de uma cultura de segurança;

- educar para a prevenção e minimização de riscos;

- promover uma cidadania ativa e participante;

- colaborar, no âmbito dos protocolos estabelecidos, com a Proteção Civil de Almada;

- participar em exercícios e simulacros, organizados pelo Colégio ou pelos agentes de Proteção Civil;

apoiar, em situações de catástrofe, as comunicações de emergência rádio da Proteção Civil de Almada.

   

 

 

 

 

Exercício Público de Cidadania "A Terra Treme"

 

O Colégio Campo de Flores participou no exercício A TERRA TREME envolvendo toda a comunidade educativa, cerca de 1200 alunos. Parabéns pelo envolvimento dos nossos alunos!

 

Esteve, ainda, connosco a ARVM - Associação de Radioamadores da Vila de Moscavide que em parceria com o Clube de Radiocomunicações e Proteção Civil do colégio realizou uma simulação rádio de emergência onde pudemos mostrar aos nossos alunos a capacidade dos radioamadores em comunicações de emergência como último recurso num cenário de catástrofe. Também estivémos bem nas comunicações, obrigado ARVM!

 

 

 

 

 

 

 

 Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2016

 

 

 

 

 

O Colégio Campo de Flores, representado pelo Clube de Radiocomunicações e Proteção Civil, voltou a participar na operação "Floresta Segura, Floresta Verde" levada a cabo pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Almada. O Clube de Proteção Civil do colégio, com a Proteção Civil, Bombeiros, GNR, Serviços Florestais e equipas de voluntários permanentes e voluntários integrados, participou no patrulhamento da floresta e vigilância de incêndios na zona da Fonte da Telha e Mata dos Medos.

 

 

Alguns testemunhos de quem participou na Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2015

 

"Eu adorei participar na Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2015, porque aprendi coisas novas.

Aprendi que não se deve apagar fogos com água do mar, pois o sal faz mal ao solo.

O que mais gostei foi visitar a torre de vigia, porque consegui ver como a floresta é grande e bonita"

Matilde Almeida (aluna - 8 anos)

 

"Quando soube desta operação pelo Professor José Fernandes, não hesitei um segundo em participar, uma vez que iria ter a oportunidade de ajudar voluntariamente para uma causa nobre, a vigilância e proteção da nossa floresta.

As minhas expectativas eram altas e no momento em que o Coordenador da Operação Jorge Graça fez o briefing da operação, verifiquei que estávamos perante uma equipa bem organizada e preparada para o terreno.

A participação na vigilância motorizada, permitiu conhecer em detalhe o difícil trabalho da equipa de Proteção Civil de Almada e Panteras na sua vasta área de patrulhamento.

Foi um privilégio participar na Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2015, que só foi possível com o apoio e organização do Professor José Fernandes, Proteção Civil de Almada, Panteras e colegas voluntários."

Fernando Almeida (Encarregado de Educação)

“A minha experiência na Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2015 foi sem dúvida gratificante e útil para perceber melhor o quanto é importante preservar a nossa floresta que é sem dúvida muito bonita. Também devo agradecer a companhia e orientações durante o patrulhamento dos Senhores Couto e Prata da associação de Comandos de Almada, Seixal e aos professores Guilherme Franco e José Fernandes. Agradeço, ainda, esta oportunidade ao Senhor Coordenador da Operação Jorge Graça”

Carlos Quintino (aluno – 15 anos)

 

 “Tinha como objetivo ao me ter inscrito nesta atividade conhecer “por dentro” a zona de Paisagem Protegida da Arriba Fóssil de Almada. Além disso pude conhecer homens que com o seu contributo voluntário fazem com que ainda hoje seja possível termos em Almada um património tão vasto e de inestimável valor para as gerações futuras. Foi um sábado bem passado na companhia do Couto e do Prata (se me permitem deixar cair o Senhor – coisas de homens de armas) que nos orientaram e com as suas valiosas indicações e nos partilharam saberes que só estes homens conhecem. Parabéns a todos!”

Luís Rodrigues (Encarregado de Educação)

 

“O que me marcou pela positiva, foi fazer uma coisa diferente que eu não estava acostumado a fazer e durante este dia tive o privilégio de observar a maneira como os membros da Proteção Civil trabalhavam e também tive o privilégio de patrulhar as florestas com os elementos do meu grupo. Acho que foi uma experiência inesquecível que nos fez sentir úteis de certa maneira para a sociedade civil.

Ricardo Rodrigues (aluno - 13 anos)

 

  

 

Contributo do Clube na Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2015

 

 

 

 

Suporte Básico de Vida, Primeiros Socorros e Proteção Civil

(numa pareceria com o Centro de Formação do Hospital Garcia de Orta e Proteção Civil de Almada)